Enem 2019 – O Que Pode e Não Pode Levar na Prova





Saiba aqui o que é permitido e proibido levar para a Prova do Enem 2019.

O Exame Nacional do Ensino Médio ( ENEM ) é uma prova organizada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira ( INEP ), órgão vinculado ao Ministério da Educação, que visa avaliar a qualidade do Ensino Médio brasileiro desde 1998. Durante algum tempo foi item obrigatório para a conclusão desse nível de ensino, mas agora é utilizado para acesso ao ensino superior de todo o país.

Muitas expectativas estão envolvidas nesse processo, por ser realizado anualmente e por envolver escolhas a longo prazo, como curso universitário. Assim é preciso muito cuidado no momento da prova, pois existem várias formas de eliminação e impedimento para sua realização. Para a edição de 2019, que será realizado em dois fins de semana, há dois itens obrigatórios:




I – caneta esferográfica da cor preta, construída em material transparente. Isso exclui aquelas canetas com tubo translúcido, coloridas, com estampas ou quaisquer outras características que impeçam a visualização da caneta pelo avaliador. A cor preta, por sua vez, diminui o risco de não ser lido pelas máquinas de correção automática, além de facilitar a leitura em ambientes pouco iluminados. Vale lembrar que a redação também deve ser feita com a mesma caneta e quem irá corrigi-la terá apenas alguns minutos. Portanto, a legibilidade do escrito é fundamental.

II – documento original e oficial com foto. O acesso às salas só poderá ser feito com o porte desse documento. E o que pode? Carteira de identidade, carteira nacional de habilitação, certificado de reservista, carteira de trabalho e carteira de registro nacional migratório. A princípio, não importa a data de expedição, desde que os dados nele estejam legíveis. Caso seu documento tenha sido roubado ou furtado, é possível apresentar o respectivo Boletim de Ocorrência. Porém cuidado: este deve ser emitido por um órgão policial competente nos últimos 90 dias. No momento da prova, você deverá passar por uma coleta de digitais, conduzida por um aplicador oficial do ENEM, além de assinar um formulário especial. Mas sem preocupações – isso não impedirá que faça a prova em condições de igualdade com outros candidatos e candidatas. Não precisa necessariamente levar o cartão de confirmação (apesar que, com ele, será mais rápido identificar em qual espaço você fará a prova).


Existem outros itens que podem ser levados, mas sua ausência não inviabiliza a realização da prova. Isso inclui alimentos e bebidas. Diferente de outros anos, para a edição de 2019 do ENEM só será permitido petiscos, biscoitos e outros alimentos sem rótulo, incluindo a água, refrigerante ou suco. O recipiente deve ser transparente e sem rótulo.

Ademais, pessoas com deficiência podem levar aparelhos que são necessários para a leitura ou compreensão como, por exemplo, reglete e punção para aquelas com baixa acuidade visual. Todos os materiais deverão passar por vistoria do aplicador antes da utilização para a prova. Itens religiosos como turbante e quipá também podem ser utilizados, desde que algum aplicador o vistorie antes do início das provas.

Existem itens que são terminantemente proibidos na hora do ENEM. Documentos emitidos antes de 1997 não serão aceitos, muito menos suas cópias, autenticadas ou não. Aparelhos eletroeletrônicos como celulares, calculadoras, fones de ouvidos, etc. devem ser deixados em casa. Caso sejam indispensáveis, a candidata ou o candidato precisa desligar e, preferencialmente, retirar a bateria. Isso evita que tais aparelhos emitam sons e, consequentemente, a eliminação sumária da pessoa. Da mesma forma, óculos escuros, bonés, boinas e adereços que atrapalhem a visualização do aplicador são igualmente proibidos.

Agora você está preparada ou preparado para fazer a prova. No primeiro dia, o desafio envolverá questões de Ciências Humanas, Linguagens e Redação. Já no segundo, dia 10 de novembro, serão abordadas as Ciências da Natureza e Matemática em noventa questões. No fim, cento e oitenta questões definirão as novas turmas das faculdades e universidade para o próximo ano. Então se joga!

Mateus Aparecido de Faria

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *