Confira os principais assuntos que podem ser tema da redação do Enem 2018.

O Enem está chegando! Faltando menos de um mês para a realização de suas provas, o Exame Nacional do Ensino Médio gera ansiedade em alunos do Brasil inteiro que se preparam durante todo o ano para realização de seu exame, afim de garantir sempre uma ótima pontuação e consequentemente pleitear as melhores colocações nas universidades nacionais.

Um dos seus principais itens é a redação e a confecção de seu tema. Sempre houve muito mistério sobre os temas a serem escolhidos. Por conta do seu histórico, o Enem gosta sempre de abordar questões relacionadas a contextos sociais aonde uma minoria é presente e muitas vezes mal assessorada, daí vem a justificativa do tema do último ano relacionado a educação para deficientes auditivos (surdos).

Com base neste histórico, listamos abaixo sete possíveis temas a serem aplicados na redação deste ano. Tudo isto para você aluno se preparar melhor!

1. O fenômeno Fake News e suas implicações sociais

Apesar de ser um tema comum e infelizmente muito explorado nos dias atuais, muitas pessoas sequer se dão conta de seu potencial nocivo e os impactos reais e imediatos na sociedade, além da maneira negativa ou mesmo positiva de suas informações. Por conta disto, o assunto pode ser abordado como tema principal no Enem deste ano.

2. Um caso atual da saúde nacional: a Obesidade Infantil

O quadro de Obesidade Infantil cresceu dramaticamente nos últimos anos e já se tornou uma preocupação a saúde nacional, à área médica aponta dois principais fatores para o seu agravamento: a falta de acompanhamento por parte dos pais à rotina dos filhos (boa parte devido a vida diária atribulada), além da proliferação e propaganda constante de alimentos industrializados e redes de “fast food”, fatores estes que podem ser destacados pelo Enem no próximo mês de Novembro.

3. O poder do voto e suas consequências como ato transformador.

Um tema muito atual em vista de estarmos em um ano eleitoral aonde toda a população clama por mudanças no contexto político afim de garantir uma melhor governança para o futuro da sociedade brasileira.

4. Um alerta social atual sobre o suicídio e a solidariedade

Tanto a solidariedade como também o suicídio são temáticas que podem ser abordadas este ano no Enem, o primeiro tema sempre será atual e parte de um histórico utilizado pelo Enem ao longo dos anos de fazer seus candidatos refletirem sobre os contextos sociais. Já o segundo tema ganhou enorme relevância devido ao alarmante e crescente número de casos apontados nos últimos anos de suicídio, justificando inclusive a criação do mês Setembro Amarelo, para melhor atenção e cuidado a estes indivíduos muitas vezes marginalizados pela sociedade.

5. A má qualidade de vida associada à saúde mental do indivíduo

Questão importante que pode ser levantada em vista o ritmo frenético de trabalho que muitos indivíduos e famílias se veem obrigados a sofrer em vista de fatores financeiros ou cobranças sociais.

6. O brasileiro com sua inata capacidade criativa para resolução de problemas

Em parte devido suas características inatas ou mesmo sociais, o povo brasileiro sempre foi enaltecido por sua intrínseca capacidade de superação de obstáculos através de sua criatividade e engajamento diante de crises econômicas. Esta qualidade e suas consequências (tanto positivas como negativas) podem ser objeto da temática da redação deste ano.

7. As variações da língua e os preconceitos atrelados a ela

Um tema também atual sempre atrelado a diversidade linguística brasileira (em boa parte por conta de seu vasto território e inúmeros tipos de povos que o habitam), além do preconceito que esta diversidade e sotaques linguísticos podem acarretar. Suas controvérsias podem ser objeto de reflexão neste ano no exame.

Bons Estudos!

Autor: Carlos B.


Confira algumas dicas de assuntos sobre Atualidades do Brasil e do Mundo que podem ser cobrados na prova de 2018.

Caso você esteja se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) deve saber que as provas serão realizadas em dois domingos seguidos, 4 e 11 de novembro. Os locais de prova serão divulgados no mês de outubro. Mas aqui você pode conferir algumas dicas e destaques para assuntos sobre Atualidades do Brasil e do Mundo que podem ser cobrados na prova de 2018.

Eleições no Brasil

2018 é um ano eleitoral e, no momento de realização da prova do ENEM, o estudante já conhecerá qual será o novo Presidente da República do país que assumirá em 1º de janeiro de 2019. O primeiro turno está previsto para o dia 7 de outubro (domingo) e o segundo turno ocorrerá no domingo, dia 28 de outubro.

Além de votar para presidente, os brasileiros também elegerão governadores para o Poder Executivo estadual e parlamentares para o Senado e Deputados Estaduais e Federais.

Vale lembrar ao aluno que neste ano também é comemorada a terceira década da Constituição Federal. Apesar da grande quantidade de candidatos ao cargo de Presidente e pela instabilidade política vivida pelo Brasil nos últimos anos, há o que se celebrar pela conquista da democracia, pois como você estudou, o período da ditadura militar no país se estendeu de 1964 a 1985.

Protesto dos Caminhoneiros

Outro tema relevante que pode ser cobrado ao aluno na prova do ENEM é sobre a greve dos caminhoneiros que ocorreu no mês de maio de 2018. A respeito desse tema você deve recordar que a paralisação do transporte rodoviário no país foi articulada pelas redes sociais e que o pleito principal foi para que o preço do diesel e da gasolina fosse reduzido. Em pouco tempo, houve falta de abastecimento de mercadorias, inclusive de remédios e alimentos e paralisação do transporte público e privado. A conclusão desse assunto é que se tratou de uma greve ilegal, uma vez que foi organizada pelos empresários e não pela classe trabalhadora.

Intervenção Federal no Rio de Janeiro

Em fevereiro de 2018 foi aplicado pela primeira vez o que prevê o artigo 34 da Constituição Federal de 1988, quando prevê que o governo federal realize uma intervenção em estados a fim de amenizar a situação da insegurança pública. O presidente Michel Temer nomeou o general do Exército Walter Braga Netto para intervir na autonomia do estado do Rio de Janeiro. A previsão é de que o decreto que autorizou a decisão do presidente vigore até o dia 31 de dezembro de 2018, mas pode ser que essa operação seja estendida.

Cuba

Em abril de 2018, Cuba elegeu um novo presidente, Miguel Díaz-Canel. Essa é a primeira vez, desde a Revolução Cubana, que o país tem um presidente sem perfil militar. Os irmãos Castro governaram o país por cerca de 60 anos. O foco do governo atual é na reforma econômica e constitucional.

EUA

Em maio de 2018, o presidente dos Estados Unidos decidiu retirar o país do acordo nuclear que havia celebrado com o Irã, França, Reino Unido, China, Alemanha e Rússia em 2015.

Esse acordo impunha limites ao programa nuclear de Teerã e algumas sanções voltadas à economia tinham sido colocadas no acordo.

Coreias

No mês de abril de 2018 os governantes da Coreia do Norte e do Sul decidiram desnuclearizar a península. Além disso, estava agendado um encontro entre EUA e Coreia do Norte para o mês de junho, mas Kim Jong-un adiou a reunião. O que parecia um grande passo rumo à paz entre essas nações, sofreu uma estagnação.

Outros Temas

Algumas temáticas ainda recorrentes são: crise na Venezuela, crise dos refugiados na Europa e Guerra na Síria.

Por Melisse V.


O Enem 2018 será realizado nos dias 4 e 11 de novembro de 2018.

Neste segundo semestre do ano, um importante processo seletivo anual será aberto aos estudantes de ensino médio. Trata-se do Enem de 2018, o qual está agendado para os dias 4 e 11 de novembro, cuja realização se dará em todos os Estados e no Distrito Federal.

Todos os anos, em torno de 5,5 milhões de estudantes que se preparam para ingressar em faculdades por meio de vestibular; do SiSU; do ProUni e do FIES participam das provas do Enem.

O edital do Enem de 2018 contém as seguintes informações:

A data do exame foi definida no início do ano e as solicitações de isenção foram cadastradas no mês de abril; o período de inscrições fechou no mês de maio e as provas serão ministradas no mês de novembro. O resultado definitivo será divulgado no mês de janeiro de 2019.

O Enem 2018, assim como anteriores, contém algumas normas registradas no edital, que deverão ser rigorosamente observadas, sobre o modo de proceder dos estudantes durante a realização das provas, no sentido de se evitar a desclassificação.

O período de inscrições para o Enem de 2018 encerrou em maio de 2018. O valor da taxa foi de 82 reais, cujo pagamento foi recebido, no máximo, até o dia 23 do mesmo mês, em todas as agências bancárias; em lotéricas ou nas agências dos Correios.

As solicitações de isenção da taxa de inscrição foram cadastradas entre os dias 2 e 15 do mês de abril. Observação importante: todos os estudantes que receberam o direito à isenção para participação no Enem de 2017 e não compareceram às provas, estavam obrigados a justificar suas ausências no sentido de garantir o mesmo benefício para o Enem de 2018.

Sobre Cartão do Enem de 2018 as informações são as seguintes:

Trata-se de um importante documento com informações sobre o local da prova, que estará disponível aos inscritos a partir do dia 22 de outubro. Os dados poderão ser acessados por meio da internet, na “Página do Participante”. Este cartão não será enviado por meio dos correios.

O exame será ministrado entre os dias 4 e 11 de novembro, ou seja, em dois domingos seguidos. Por meio do Cartão de Confirmação da Inscrição, a ser liberado no mês de outubro, serão informados os locais das provas do Enem.

O itinerário consiste no seguinte:

No dia 4 de novembro serão 45 questões sobre Linguagens, Códigos e as Tecnologias correspondentes; mais 45 questões sobre Ciências Humanas, seguidas da Redação.

No dia 11 de novembro serão 45 questões versando sobre Ciências da Natureza; mais 45 questões sobre Matemática.

Todos os portões dos locais das provas do Enem de 2018 serão fechados precisamente às 13h, no horário oficial da Capital Federal, Brasília. Todas as provas iniciam, exatamente, às 13h30, cuja duração será de 5h30 na primeira etapa e mais 5 horas na segunda fase.

A data do resultado definitivo do Enem de 2018 será 17 de janeiro de 2019. A publicação destes resultados será liberada somente aos participantes que, de fato, concluíram o Ensino Médio ou estão prestes a concluir até o final deste ano de 2018. Os acadêmicos que ainda não concluíram o Ensino Médio terão acesso às notas apenas a partir do mês março de 2019. Após o resultado deste Enem será possível a todo estudantes cadastrar-se no SiSU, no ProUni e ou no FIES.

Este é o evento mais importante do ano para os estudantes do Ensino Médio. Todos os acadêmicos que pretendem ingressar em boas universidades, com descontos ou financiamentos, precisam participar do Enem.

Por Paulo Henrique dos Santos

Enem 2018


As inscrições para o Enem 2018 começaram no dia 7 de maio de 2018. Confira as datas das outras fases do exame.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é a maior prova aplicada em território brasileiro, que tem como objetivo mensurar o nível de conhecimento adquirido pelos alunos do Ensino Médio, no Brasil. Além disso, a nota deste exame serve para ter acesso ao ensino superior (de caráter público ou privado), para concursos públicos e também para conseguir bolsas de estudo e financiamento estudantil.

Um dos maiores usos da nota do Enem é para ingresso ao ensino superior público, por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU), que isenta a participação do candidato no vestibular próprio da universidade. A pontuação do Enem também pode ser usada para o complemento da nota do vestibular de algumas universidades públicas.

Já para o ingresso ao ensino superior de caráter privado, o Enem pode ser usado no ProUni e no Fies. O Programa Universidade para Todos (ProUni) é um programa de incentivo estudantil que proporciona bolsas de estudos, parciais e integrais, em universidades privadas. Já o Fies é um financiamento estudantil, de caráter governamental, que auxilia o estudante a pagar a mensalidade de faculdades particulares, oferecendo taxa de juros bem abaixo do encontrado no mercado e que proporciona ao estudante a oportunidade de começar o pagamento somente após completar um ano e meio de formado.

Acompanhe o post para ficar por dentro do calendário do Enem 2018.

Calendário do Enem 2018

Segundo o Ministério da Educação (MEC) esse é o calendário do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano de 2018:

Março

· Dia 21 de março de 2018: publicação do Edital;

Abril

· Dia 2 de abril de 2018: abertura do período de solicitação de isenção da taxa de inscrição;

· Dia 2 de abril de 2018: abertura do período de justificativa de ausência do Enem 2017;

· Dia 15 de abril de 2018: encerramento do período de solicitação de isenção da taxa de inscrição;

· Dia 15 de abril de 2018: encerramento do período de justificativa de ausência do Enem 2017;

· Dia 23 de abril de 2018: divulgação do resultado das solicitações de isenção da taxa de inscrição;

· Dia 23 de abril: abertura do período de recursos relacionados às solicitações da isenção da taxa de inscrição;

· Dia 29 de abril: encerramento do período de recursos relacionados às solicitações da isenção da taxa de inscrição;

Maio

· Dia 5 de maio de 2018: divulgação do resultado dos recursos relacionados às solicitações da isenção da taxa de inscrição;

· Dia 7 de maio de 2018: abertura do período de inscrição;

· Dia 7 de maio de 2018: abertura do período para pagamento da taxa de inscrição;

· Dia 18 de maio de 2018: encerramento do período de inscrição;

· Dia 18 de maio de 2018: encerramento do período para alteração de dados cadastrais, tal como a opção de língua estrangeira e município de realização das provas;

· Dia 18 de maio de 2018: encerramento do período para solicitação de atendimentos especiais e envio de laudo médio;

· Dia 23 de maio de 2018: encerramento do período para pagamento da taxa de inscrição;

· Dia 28 de maio de 2018: abertura do período para solicitação de atendimento por nome social.

Junho

· Dia 3 de junho de 2018: encerramento do período para solicitação de atendimento por nome social.

Outubro

· Divulgação dos locais de prova (data ainda não confirmada).

Novembro

· Dia 04 de novembro de 2018: aplicação da prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, da prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias, além da Redação;

· Dia 11 de novembro de 2018: aplicação da prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e da prova de Matemática e suas Tecnologias;

· Dia 14 de novembro de 2018: publicação dos gabaritos oficiais e dos cadernos de questões.

Janeiro de 2019

· Divulgação dos resultados individuais (data ainda não confirmada).

Março de 2019

· Divulgação do resultado dos treineiros (data ainda não confirmada);

· Divulgação da vista pedagógica (espelhos) da redação (data ainda não confirmada).

Para mais informações, consulte o site do Inep (enem.inep.gov.br) ou entre em contato por meio do número 0800616161.

Por Felicia Lopes


Saiba como pedir a isenção da inscrição do Enem 2018, o cronograma e quem tem direito.

O Exame Nacional do Ensino Médio é uma prova realizada anualmente, no Brasil, para todos os estudantes que apresentam Ensino Médio concluído ou em curso. É um abridor de portas para universidades, sendo usados para a nota de vários vestibulares, e para o Sisu, Prouni e Fies, que são programas de ingresso à universidade (pública ou gratuita) e financiamento estudantil. Além disso, sua nota pode ajudar em intercâmbios para fora do Brasil, para acessar o certificado de conclusão do Ensino Médio, e muitos outros benefícios.

Nos últimos anos, o Enem vem apresentando mudanças na sua forma de aplicação, nas datas e também na inscrição. Veja como será a inscrição do Enem neste ano.

Calendário Enem 2018

Veja a seguir o cronograma de 2018 do Exame Nacional do Ensino Médio:

· Solicitação de isenção e justificativa de ausência: entre os dias 2 e 11 de abril;

· Resultado do pedido da isenção: a partir do dia 23 de abril;

· Apresentação dos documentos para a garantia da isenção: entre os dias 23 e 29 de abril;

· Divulgação da análise do recurso: a partir do dia 5 de maio;

· Inscrições: entre os dias 7 e 18 de maio;

· Aplicação do exame: nos dias 4 e 11 de novembro.

Inscrição

No dia 21 de março foi divulgado o edital do Enem de 2018. Nesta última segunda (02), foi aberto o prazo para a solicitação de isenção da taxa de inscrição, que pode ser realizado até a próxima segunda, dia 11/04/2018, pelo site do Inep (enem.inep.gov.br). Dentro deste prazo também pode ser justificada a ausência no último Enem. Para solicitar isenção da taxa de inscrição do Enem 2018, mas esteve ausente no último exame, é necessária essa justificativa.

O deferimento da isenção da taxa de inscrição não inscreve o aluno na prova. As inscrições para o exame precisam ser realizadas a partir do dia 7 de maio, até o dia 18 do mesmo mês.

Quem tem direito

Poderão solicitar isenção da taxa de inscrição, todas as pessoas que:

· Estão estudando o último ano do Ensino Médio em uma instituição de ensino, de rede pública, declarada ao Censo Escolar;

· Pessoas que cursaram todo o ensino médio dentro da rede pública de ensino, ou com bolsas integrais na rede privada e possuem renda per capta de até um salário mínimo e meio, no valor de R$ 1.431,00;

· Participantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica que possuem Número de Identificação Social (NIS) e renda familiar per capta de até meio salário mínimo, no valor de R$ 477. Ou renda familiar até três salários mínimos, que é R$ 2.862;

· Inscritos no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), do ano de 2017, que atingiram nota mínima para certificação.

Será exigida a apresentação dos documentos que comprovem vulnerabilidade ou inscrição NIS. Para as pessoas que se ausentaram na última edição do Enem, o aluno deve anexar documentos que justificam sua falta. Além da documentação, o INEP aconselha estar junto de seu CPF, RG, além de possuir um número de telefone fixo e celular e o cep da residência, durante as inscrições.

Resultado

A data prevista para a divulgação do resultado da solicitação de isenção será no dia 23 de abril. Dentre os dias 23 e 29 de abril será aberto o período para entrada de recursos para as isenções indeferidas, que é quando o interessado poderá de apresentar novamente os documentos que comprovam atenderem as características exigidas no edital.

Caso o recurso seja negado, ainda pode ser feita a inscrição, pagando a taxa de R$ 82,00.

Por Aurenivia Alves Pereira


O Edital do Enem 2018 foi publicado e Exame traz mudanças no que tange o tempo de prova e as regras para o pedido de isenção da taxa de inscrição.

Para aqueles que pretendem ingressar em um curso superior em 2019 e, portanto, deverão prestar o Exame Nacional do Ensino Médio em2018, saibam que um momento chave do processo foi concluído: a publicação do edital oficial do Enem 2018. O documento oficial foi publicado na manhã do dia 21 de março no Diário Oficial da União e dispõe das informações preliminares bem como mudanças para a edição 2018 da prova mais famosa do Brasil.

A divulgação oficial do edital foi através de coletiva de impressa com o Ministro da Educação, Mendonça Filho, e a presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Maria Inês Fini. Dentre as principais mudanças, podemos destacar: maior tempo de prova, de forma a facilitar a vida dos candidatos e evitar aquela correria para terminar o exame; a realização do exame se dará em dois domingos consecutivos; a taxa de inscrição bem como as regras para pedido de isenção sofreram alterações.

A prova terá maior duração

Uma das maiores reclamações entre estudantes de todo o país era justamente quanto ao tempo total de provas, pois muitas vezes não era possível terminar todo o exame e muitos candidatos acabavam que “chutando” algumas questões para entregar o caderno de respostas.

Com isso, aqueles que participarem do Enem 2018 terão mais 30 minutos de prova para a realização da prova do segundo dia, que será composta pelos conhecimentos de Ciências da Natureza e Matemática. Com isso, no segundo dia, os candidatos terão um tempo total de 5 horas para entregar seus respectivos cadernos de respostas referentes às provas de Ciências da Natureza e Matemática. Para o primeiro domingo foi mantido o tempo total de 5 horas e meia para a realização das provas de Ciências Humanas, Linguagens e Redação.

Como já destacado, as provas continuarão a ser aplicadas em dois domingos consecutivos. Dessa forma, foi estabelecido que no dia 4 de novembro serão aplicadas as provas de Ciências Humanas, Linguagens e Redação. No domingo seguinte, 11 de novembro, os candidatos deverão fazer as provas de Ciência da Natureza e Matemática.

Taxa de inscrição e isenção

Outra informação bastante relevante no edital é justamente o período de inscrições. Os interessados podem confirmar sua participação no Enem 2018 entre as 10h do dia 07 de maio até às 23h59 do dia 18 de maio de 2018. A taxa de inscrição continua sendo R$ 82,00 e deve ser paga entre os dias 07 de 23 de maio de 2018.

Diferentemente das edições anteriores, os candidatos agora deverão solicitar a isenção do pagamento da taxa de inscrição antecipadamente. Com isso, eles deverão solicitar o pedido entre os dias 02 e 11 de abril de 2018 através da Página do Participante, que estará disponível no site oficial do Inep (www.inep.gov.br).

Podem solicitar este benefício os estudantes que atendem aos seguintes pré-requisitos: estar cursando a última série do ensino médio neste ano e em escola pública; ter cursado todo o ensino médio em escola pública; ou ter cursado o ensino médio em escolha privada na condição de bolsista integral além de possuir renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio. Também podem ser contemplados os candidatos que se declarem em situação de vulnerabilidade socioeconômica, como resultado de pertencer a família de baixa renda e estar devidamente inscrito no CadÚnico.

O resultado oficial dos pedidos de isenção deferidos será divulgado no dia 23 de maio de 2018 na Página do Participante.

Em 2018 o Enem deixa de oferecer a certificação de Ensino Médio para aqueles que prestam o exame com tal finalidade. A responsabilidade dessa modalidade ficará por conta do Encceja.

Para mais detalhes acesse o site oficial do Inep por meio do link www.inep.gov.br.

Por Bruno Henrique


As inscrições deverão ser abertas em maio de 2018 e as avaliações devem acontecer nos primeiros dois domingos do mês de novembro.

As datas do Calendário do Enem 2018 foram divulgadas pelo Ministério da Educação no final do mês de janeiro, no entanto, durante o período, a maior parte dos candidatos tinha a atenção voltada para o Sistema de Seleção Unificada, o Sisu, e outra parte dos participantes, isto é, alunos que não completaram o ensino médio, ainda nem haviam conferido as notas. Dessa forma, a divulgação de informações e datas, que é extremamente importante para os candidatos do Enem 2018, foi ineficaz e não conseguiu alcançar seus principais alvos, os candidatos que desejam realizar a prova este ano.

Sendo assim, no dia 21 do mês de março, o edital do Enem 2018 será publicado no Diário Oficial da União. O edital oficializa as regras do exame.

Desde 2009, o Enem possui um formato diferente: a prova é formada por 180 questões e mais uma redação e é dividida em dois dias. Ao longo desse tempo, a prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Ciências da Natureza e suas Tecnologias eram realizadas no sábado e, no dia seguinte, no domingo, o candidato precisava fazer uma redação dissertativa de no mínimo 15 linhas, além das provas de Matemática e Linguagens. Dessa forma, as duas etapas do exame aconteciam em apenas um final de semana.

No entanto, houve uma alteração na última edição do exame, justamente devido a uma mudança no edital. Com isso, as provas foram realizadas em dois finais de semanas, no domingo. Sendo assim, Humanas, Linguagens e Redação foram realizadas no primeiro domingo, já os cadernos de exatas e ciências foram aplicados no segundo domingo.

Essas foram as mudanças de maior realce que aconteceram nos últimos anos. Entretanto, parece que a cada edição vem estipulando novas regras e exigências ao participante. Por isso, é tão importante estar a par de todas as informações atualizadas.

Até o momento, sabe-se que as inscrições para o Enem 2018 devem começar no dia 7 do mês de maio, isto é, em uma segunda-feira. Está previsto ainda que o site do Inep comece a receber as inscrições a partir das 10h, de acordo como o horário oficial do país.

Dessa forma, os interessados precisam realizar as inscrições até o dia 18 do mês de maio. Vale ressaltar ainda que as inscrições podem ser feitas apenas pela internet, tanto por meio de computadores e notebooks quanto por um aplicativo oficial do Enem para tablets e smartphones.

Para fazer a inscrição, os interessados devem abrir o site do Inep, no link a seguir: http://enem.inep.gov.br. Sendo assim, depois dessa etapa é preciso que o candidato preencha algumas fichas com informações pessoais. Por isso, é tão importante estar com documento de identidade e CPF em mãos, caso não se tenha o documento memorizado. Além disso, são cobradas outras informações como números de telefone e celular, e-mail e, por fim, endereço.

Foram estipuladas datas para que o Enem 2018 aconteça novamente em dois domingos. Neste caso, as avaliações devem acontecer nos primeiros dois domingos do mês de novembro, isto é, uma no dia 04 e a outra no dia 11. Ao que parece, até o momento, as ordens dos cadernos de aplicação foram mantidas as mesmas da edição passada do exame.

Para quem não sabe, o Enem é considerado uma das maiores provas de seleção do país. Isso porque, a pontuação alcançada pelo estudante no Enem pode ser decisiva em sua vida, já que, é a partir dela que o candidato tem a oportunidade de participar de programas estudantis governamentais como o Fies, Prouni e Sisu, e, dessa forma, ter acesso à formação de nível superior. Mas o Enem não se restringe apenas à graduação superior, uma vez que, com a nota alcançada, é possível que o candidato ganhe bolsas ou descontos em cursos técnicos profissionalizantes como o Senai.

Por Ana Paula Oliveira Coimbra


Confira as normas e informações completas sobre o Enem de 2018.

O ENEM pode ser considerado o vestibular mais aguardado em todos os anos, dado a grande população de estudantes no Brasil. Entretanto, todos os colegiais que desejam participar deste certame público e garantir pontos para o vestibular em cursos superiores, necessitam conhecer e respeitar uma série de normas estabelecidas para que seja possível se programar da melhor maneira, no sentido de se manter informado a respeito da data e dos procedimentos de inscrição, sobre o pagamento da taxa, a data da realização das provas e demais compromissos.

As normas para participação do Enem em 2018 são as seguintes:

Até o ano de 2016 todas as provas eram ministradas em um só fim de semana, mas, a partir de 2017 começaram a ser realizadas em dois domingos seguidos. De acordo com as informações fornecidas pelo MEC, houve mudança significativa na ordem de realização dos exames. A partir deste ano os testes serão reunidos por similaridade, ou seja:

No primeiro domingo serão distribuídos os cadernos com 45 questões sobre as Linguagens; os Códigos e suas Tecnologias, como também as 45 questões versando sobre as Ciências Humanas e suas Tecnologias, seguidos da prova de Redação.

No segundo domingo, serão distribuídos os cadernos com 45 questões versando sobre a matéria de Matemática e suas Tecnologias, além de mais 45 questões versando sobre Ciências da Natureza e demais Tecnologias atreladas.

Com relação ao tempo de resolução dos testes, nada foi alterado. Na primeira etapa (primeiro dia), as provas deverão ser resolvidas, no máximo, em 5 horas e 30 minutos, somada uma hora a mais devido à prova de redação. Na segunda etapa (segundo dia), o período se estenderá por 4 horas e 30 minutos, rigorosamente computados.

A norma de abertura e fechamento dos portões foi mantida:

A abertura dos portões se dará às 12h, o fechamento dos portões se dará às 13h e as provas iniciarão exatamente às 13h30, conforme o horário oficial de Brasília. Atenção redobrada para os estudantes que residem longe. Todo o atraso resulta e impedimento de realização das provas.

Com relação à norma de isenção na taxa de inscrição, houve uma significativa alteração: até 2016 o critério se limitava a simples declaração de baixa renda, porém, o MEC decidiu firmar a norma. Todo candidato que solicitar isenção necessitará, por obrigação, estar inscrito em outro sistema, o chamado Cadastro Único nos Programas Sociais do Governo Federal, assim como informar de modo preciso o Número de Identificação Social (NIS).

Entretanto, em relação aos estudantes do ensino médio, a norma foi mantida, e a isenção continua automática para os alunos de escolas públicas já em vias de concluir os estudos no final de 2018.

Sobre o certificado de ensino médio houve alteração rigorosa na norma do Enem. A partir de 2017 o mesmo exame está proibido de ser utilizado como certificado de conclusão do ensino médio. Este era um benefício concedido aos candidatos acima dos 18 anos e sem conclusão de ensino médio. Entretanto, os mesmos poderão usufruir do Exame Nacional de Certificação de Jovens e Adultos, o Encceja, que consiste em um serviço gratuito, disponível para todo brasileiro.

Sobre as inscrições, as mesmas terão início a partir do mês de maio de 2018. Serão 20 dias de prazo. Após esses vinte dias, não serão mais recebidas inscrições, conforme estabelecido pelo MEC. Portanto, todos os candidatos necessitam estar atentos e acessar frequentemente a página oficial do Enem, respeitando todas as instruções na tela.

Os documentos exigidos são: CPF; e-mail válido; telefone; senha para acesso; a opção de idioma de prova de língua estrangeira, ou seja, inglês e espanhol; a cidade onde reside e realizará a prova.

Sobre a taxa de inscrição, a norma é a mesma para as datas de inscrição. O pagamento do boleto deve ser efetuado conforme as datas estipuladas e não serão recebidos depois disso. Todas as agências bancárias receberão os boletos. O procedimento para download e impressão está especificado no link chamado GRU – Guia de Recolhimento da União, disponível no site. Não há reembolso por desistência.

Sobre a requisição de atendimento especial existem normas de solicitação para o devido atendimento especial, sendo que a mesma, obrigatoriamente, precisa ser realizada no ato da inscrição e devidamente adicionada. Ela atende às seguintes condições: baixa visão ou cegueira; visão monocular; deficiências físicas; deficiência auditiva ou surdez; deficiência intelectual; a situação de surdo-cegueira; situação de dislexia; o déficit de atenção; o autismo e a chamada Discalculia. Outras situações que o atendimento especial abrange são: as gestantes; as lactantes; os idosos; os estudantes de classe hospitalar e as demais pessoas em diversas outras condições específicas. O Enem oferece todo tipo de recurso especializado e legal para atender as condições acima citadas. Todo candidato precisa agir com um máximo de antecedência e boa fé, no sentido de não precisar responder penalmente.

Sobre o chamado cartão de confirmação de inscrição do Enem, o mesmo estará pronto e à disposição a partir da segunda semana de outubro de 2018. Este cartão será de grande importância para a orientação dos alunos. Trata-se de um documento que o candidato deve portar e de utilidade para diversos procedimentos e imprevistos.

Sobre os documentos aceitos pelo ENEM para a realização das provas, os candidatos estarão obrigados a portar qualquer identidade oficial válida, com foto e atualizada. Nesse rol estão: a carteira de identidade, expedida pela Secretaria de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar ou pela Polícia Federal; a Carteira Nacional de Habilitação; a identidade oficial de estrangeiro, as identidades profissionais oficiais; a carteira de trabalho ou de Previdência Social; o Certificado de Dispensa de Incorporação ou o certificado de reservista; um passaporte em prazo de validade atual. Somente essa categoria de documentos será aceita. Em casos de extravio será aceito BO.

No Enem só será aceita caneta esferográfica preta, produzida material transparente. Estão proibidos os lápis, as lapiseiras, as borrachas, as réguas, os corretivos, e objetos que o valham, tais como: smartphones, tablets, iPods, gravadores, relógios, chaves, fones de ouvido, transmissores e demais aparelhos digitais. Estão proibidas as apostilas e os livros. Em sala, estão terminantemente proibidas a utilização de óculos escuros; de chapéu; de capuz; de boné ou de gorros. Só será permitido falar com o fiscal da sala onde se estiver realizando o teste.

Para mais informações e atualizações acesse o site: https://www.enemvirtual.com.br/regras-enem-2018.

Por Paulo Henrique dos Santos


Confira aqui as principais datas do Enem 2018.

Se você é um estudante e já está se preparando para realizar as provas do Enem 2018 e conquistar a tão sonhada vaga em uma universidade do país, saiba que o edital do exame já está pronto. Continue lendo este artigo e saiba todas as informações sobre o exame.

De acordo com informações do Inep, que é o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o edital do exame deste ano de 2018 passou algumas modificações, ou melhor, aperfeiçoamentos.

O Instituto, nesta última segunda-feira, dia 19, divulgou uma nota à imprensa afirmando que em uma terça-feira, dia 27 do mês de fevereiro, esteve reunido com representantes do MPF, Ministério Público Federal, onde foram apresentadas algumas propostas para aperfeiçoamento do edital previsto para este ano de 2018.

As fotos registradas durante essa reunião foram publicadas na conta oficial que o Inep possui no Facebook.

O Inep ainda informou que estavam presentes na reunião Maria Inês Fini, que é a sua presidente, diretores de diversas áreas do Instituto, membros da Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão, do GT de Educação do Ministério Público do Pará e do MPF de Brasília.

Na tarde da última terça-feira, dia 19 do mês de março, foi realizada em Brasília uma entrevista coletiva em que Mendonça Filho, que é o Ministro da Educação, informou que o Ministério da Educação não pretende fazer a divulgação de trechos do edital antes que seu lançamento oficial seja realizado, o que está previsto para acontecer no dia 21, próxima quarta-feira. Antes disso, nenhum ponto em relação ao documento será divulgado.

Ainda de acordo com o que foi dito pelo Ministro, as mudanças que compõem o edital do exame de 2018 foram acordadas em reuniões realizadas com os procuradores, porém, todas elas são para que haja uma melhoria dos processos que irá beneficiar a todos, baseando-se no edital de 2017.

Mendonça Filho afirmou que desde o ano de 2016 o Enem já merecia significativas mudanças, como o novo sistema de provas aplicadas em dois domingos, que foi a novidade da edição de 2017 e que auxiliou em muito os estudantes, refletindo assim nos resultados.

Enquanto o edital do Enem 2018 não é oficialmente divulgado, veja abaixo o calendário de 2018 do exame:

– 21 de março: Publicação Oficial do edital Enem 2018;

– De 07 a 18 de maio: Realização das inscrições;

– Dias 04 e 11 de novembro: Realização das provas.·.

Este calendário já havia sido divulgado no dia 18 do mês de janeiro, juntamente com os resultados do Enem 2017. E até o momento, as datas permanecem as mesmas.

O Exame Nacional do Ensino Médio é realizado todos os anos e a cada ano vem ganhando mais importância da vida dos estudantes, pois as notas obtidas no exame podem ser utilizadas em diversas universidades do país. Por meio de programas criados pelo Governo Federal, como o SISU, PROUNI e Fies. Sem falar das várias universidades que já não mais aplicam as provas de vestibulares tradicionais, preferindo utilizar como método de classificação e aprovação as notas obtidas pelos candidatos do Enem.

Por isso, o Enem é um exame tão esperado e que os alunos se preparam tanto para a sua realização. Ele é um exame completo que aborda todas as áreas do conhecimento de uma forma diferente, interdisciplinar, numa linguagem moderna que vai de encontro aos conteúdos aprendidos no ensino médio.

Nesse sentido, se você é um estudante e que já está se preparando para o Enem de 2018, fique atento à divulgação do edital, prevista para esta quarta e assim poder conferir todas essas mudanças que conforme disse o ministro, são para a melhoria do exame e assim beneficia todos os candidatos.

Sirlene Montes


Exame terá mudanças e deverá ter edital publicado esta semana.

O edital do Enem 2018 já tem data marcada para a sua publicação, que deve ocorrer no dia 21 do mês de março, quarta-feira, de acordo com a divulgação feita pelo Inep.

É isso mesmo, no final do mês de fevereiro o Inep divulgou que estava se reunindo junto ao Ministério Público Federal, a fim de mostrar as alterações que poderiam ser feitas no edital do Enem. Ainda de acordo com o Ministro, as mudanças que pretendem acontecer ainda não devem ser antecipadas.

Dessa forma, os interessados em realizar a edição do Enem 2018 podem ficar preparados para as mudanças que devem ocorrer em breve, já que alterações no edital, que nada mais são que a oficialização das novas regras do exame, acontecem com frequência.

Para quem não sabe, a prova do Enem, Exame Nacional do Ensino Médio, desde 2009 vem sendo aplicada no mesmo formato, isto é, o candidato precisa fazer 180 questões e uma redação. Devido a grande extensão da prova, uma das regras que até os dias de hoje não se alterou é a de que o exame é dividido em dois dias. Sendo assim, em um dia resolve-se 90 questões e em outro dia diferente, outras 90 questões, além da redação dissertativa.

No entanto, ao longo dessas edições houveram diversas alterações, isto é, desde o novo formato de aplicação, que teve início no ano de 2009, as provas eram realizadas em um mesmo final de semana. Dessa forma, as provas de humanas e ciências eram aplicadas no sábado, sendo que cada uma delas possuía cerca de 45 questões. Já no domingo, as provas eram de linguagens, matemática e redação. O candidato tinha uma hora a mais para concluir o segundo dia do exame, em relação ao primeiro dia.

No entanto, inúmeros participantes estavam insatisfeitos com esse modelo de aplicação, devido ao grande desgaste mental e emocional que as provas causavam, especialmente quando realizadas em intervalos de tempo tão curtos. Dessa forma, após o Ministério da Educação realizar uma consultoria pública, logo no início de 2017, as regras do edital passaram por alterações e, dessa forma, ficou decidido que naquela edição as provas seriam realizadas em dois domingos consecutivos. Além disso, as provas de humanas, linguagens e redação seriam aplicadas no primeiro domingo. Por outro lado, no último final de semana seriam aplicadas as provas de matemática e ciências.

Outras mudanças aconteceram nesses últimos anos, porém, não tão grandiosas como essas últimas citadas logo acima.

O Inep, Instituto Educacional Preparatório, afirmou que haverá mudanças. Contudo, não quis divulgar alguns trechos de antemão, por isso, para conhecer as novas regras será preciso esperar.

É importante ressaltar ainda a necessidade de os candidatos procurarem estar a par das novas regras previstas para o Enem 2018. Isso porque saber quais serão as mudanças logo no início é bom não só para que o candidato possa se preparar melhor para as provas, que serão aplicadas nos primeiros finais de semana do mês de novembro, como também faz com que o candidato chegue ao local da prova mais confiante. Até porque, sabe-se que para realizar uma boa prova e conseguir uma média satisfatória, é preciso bem mais que apenas dominar os conteúdos que são cobrados.

Nos dias de hoje, o Enem é considerado o segundo maior exame de seleção do mundo. No Brasil, podem realizar o Enem estudantes do 1º e 2º ano do Ensino Médio, como treineiros, isto é, podem realizar o exame, mas mesmo que alcançar uma pontuação suficiente para entrar em uma universidade, eles não podem participar dos programas de seleção. Por outro lado, aqueles que estão no 3º ano, último do Ensino Médio, já podem participar de programas governamentais que selecionam os candidatos para a formação de nível superior. Sendo assim, os programas são os seguintes Prouni, Fies e Sisu.

Ana Paula Oliveira Coimbra





CONTINUE NAVEGANDO: